INSPIRAÇÕES DO POETA

16 de set de 2009

Amor de Mãe




Nasci com a alma esquecida, onde a totalidade é incapaz de crescer.
É inábil em fecundar o jardim, que do útero nasce e ofensiva,
Ora é erva daninha, ora é gramínea. Metade de um ser.
Sou parte de alguém, que desconheço, mas saliva.

Por dias edifiquei vidas, duas vidas, em chãos movediços.
Cavei poços secos, onde vislumbrei água, onde enxerguei fonte.
Perdoe-me se amo! Um amor analfabeto, mas maciço.
Nunca serei a mãe de um berço esplendido, mas talvez, um horizonte.

Uma ponte, um sol, que tenha nuvem sombria, como pecado,
Mas por remissão, se faça, ainda, quente e acolhedor.
Perdoe-me, se sou erro, acaso ou da vida desqualificado.
Tudo que fiz, foi por instinto e por amor.

Nada posso, além do que sou. Sou isso! Sou esse desmedido e errante amor.

11 comentários:

Mateus Luciano disse...

por dias edifiquei vidas,
perdoe-me se te amo
divino
adorei isso tudo
transborda emoção....

Úrsula Avner disse...

Oi Ira, é sempre gratificante visitar seu espaço. Sua escrita é bem cuidada e metaforizada de forma inteligente, sensível e com beleza poética- " sou parte de alguém que desconheço, mas saliva... " belo verso , belo significado existencial e poético.
Lindo poema ! Bj.

Márcio Kindermann disse...

Nada, além do que sou. Sou isso!
Sou esse desmedido e errante amor.

Precisa mais alguma coisa!!
Lindo, inteligente e preciso!
Bj meu

Rosemildo Sales Furtado disse...

Perdoe-me, se sou erro, acaso ou da vida desqualificado. Tudo que fiz, foi por instinto e por amor.

Muito profundo amiga, maravilha!

Beijos,

Furtado.

Paulo Tamburro disse...

Ou seja, você é um ser humano!

O único ser, que diferentemente, dos outros animais foi o último a chegar nesta cápsula espacial chamada planeta terra.

Se compararmos o tempo de existência do ser humano na Terra,com as vinte e quatro horas que delimitam um dia, verificaremos que chegamos no último segundo destas vinte destas quatro horas.

É apesar de estarmos por aqui de maneira tão retardatária, graças a nossa capacidade de fazer cultura- coisa que nenhum outro animal é capaz- evoluimos de forma extraordinária, em relação as demais espécies.

E quando você impôem-se limitações,IRA, está colocando-se na contramão desta fantástica evolução que os seres humanos conseguiram.

Como licença poética, suas colocações são emotivas,meio ácidas, revestidas de uma certa frustração e marram com beleza e correção, objetivos quem sabe não completamente atingidos.

Mas isto, mimha amiga Ira Buscacio, só vale sob a inspiração da subjetividade das emoções poéticas.

Pois, creia, o que você atingiu é muito mais do que, nenhum ser, de nenhuma outra espécie jamais conseguiría,chegar.

Sabe por quê Ira?

Porque você é um ser humano maravilhoso e abençoado por Deus.

Um abração carioca!

CARLA FABIANE... disse...

Boa Noite Anjo!!

"Você é uma pessoa especial
e muito importante para mim.
Ter a sua amizade é mais que
um privilégio ...
É um presente de Deus!!Bjinhos.........

Rodrigo disse...

Meu que poema lindo amei
UM grande abraço

Úrsula Avner disse...

Oi Ira, voltei para agradecer o carinho de sua visita e gentil comentário. Bj grande.

CARLA FABIANE... disse...

Deixo para vc meu sorriso ,um afago e muita paz.
Também Desejo que tenhas um ótimo fds!!!
Grande beijo.

sueli aduan disse...

Que belo!
adoreiiiiiiiiiiiiiii tb.
bjs

CARLA FABIANE... disse...

" Fique sabendo que , inevitavelmente, haverá situações
em que você fará e dará o melhor de si, tudo de si,
com a mais pura das intenções, e não receberá nada
em troca! Nada Mesmo! Primeiro você fica com raiva
de si mesmo e depois dos outros. A raiva corrói seu coração
e sua mente e faz você se sentir idiota e sem valor.
Você começa a achar que não vale a pena ser uma pessoa
decente! Mas, sabe de uma coisa? Se você é a Luz não pode
se queixar da escuridão. A única coisa que você pode fazer
é brilhar, em tudo o que fizer e em todo o lugar onde for.
Esta é a sua função. Você precisa compreender que o fato
de haver escuridão não significa que você não esteja
fazendo o que deve fazer. " ( Y.V )

Bom início de semana!
beijos...