INSPIRAÇÕES DO POETA

17 de ago de 2010

Febre de all star




Quem roubou o sol da ilha?
Deixou dodói meu neném.
Nem se quer tosou novilha,
Pra forrar de amor, meu bem.

Fiz sopa de letrinhas. Quente!
Que cura febre de frio.
Coleção de all star. Presente,
Pra aquecer pé arredio.

Cura, menino meu e apura,
Que tem bem-te-vi no chão.
Bico de lacre, rapadura.
Doçura pra melar o coração.

Pro meu amigo MK, que eu amo pra caramba! Cara, que venha o sol. Fica bom e volta pra gente. BJ

6 comentários:

Jorge Pimenta disse...

ira, o sol esconde-se da ilha... mas, por mais voltas que dê ou tente, não consegue esconder a ilha.
um abraço, poeta e um agradecimento especial pelas palavras sempre tão sentidas lá no viagens de luz e sombra.

Márcio Kindermann disse...

Meio atordoado, mas de coração melado, com toda essa doçura, virei nenem e ganhei sopa de letrinhas... quentinha.
Calçarei meu all star e sairei por aí...feliz... na ilha cantando com os bem-te-vis e bico de lacre.
Só voce Ira...
Bj meu
mk

aluisio martins disse...

aquecedor só-lar como o teu...
sol-risos...
beijo

José Sousa disse...

Olá Ira... é a primeira vez que aqui venho e gostei de tudo. Vou ficar seu seguidor, seja meu tambem em:

www.minhaalmaempoemas.blogspot.com

www.congulolundo.blogspot.com

www.queriaserselvagem.blogspot.com

Um abração

Kátia disse...

Olá Ira!!!
Vc é linda!!!
Adoro seus ecritos. Sempre muito "doces".
Beijos

Daniel disse...

Tenho um all star vermelho, amo ele rsrsrsrs
Abraços! :)