INSPIRAÇÕES DO POETA

15 de abr de 2011

Natureza Crua




Tire tua alma e os pensamentos do meu quarto
Que quero ver teu sexo no propósito cru,
Alfabeto de cio e diabo, na noite que lê transpiração.
Objeto real do que me impede de ser apenas,
Pois sou completamente e tanto desejo.
Desejo de pira (ação), sem crânio, ato insano.
Fogaréu de madrugadas sem escrúpulos e infâncias.
Educaram-me mulher e deram-me maçãs vermelhinhas,
Assim tornei-me, com gosto e gozo, serpente.
E meu veneno mata! E meu veneno cura!
Você me mostra a dor do teu corpo contente
E eu prisioneira sem remorso morro de escrava
Submissa a tua voz que me arrasta pelo leito.
Deixamo-nos coitar latifúndio fundo povoamo-nos!
Tuas mãos me exigem joelhos, ancas e delírios
Devolvo-te espasmos e boca com febre e fome.
No quarto quero somente amor de macho e fêmea,
Que qualquer um que viva padecerá de medo.

27 comentários:

Poeta del Cielo disse...

Belissimas letras Ira amiga quanta forca e sentimento gritan suas letras belas de leer e ainda mais belas de sentir... parabens amiga pela linda poesia

saludos
otima semana
abracos

Márcio Kindermann disse...

Sempre perfeita, adoro seus atos insanos, sem remorsos mas com venenos.
Bj meu
Mk

Dilmar Gomes disse...

Olá querida amiga Ira. Começastes o fim de semana com um poema caliente e robusto. Muito bom!
Um grande abraço e um bom finds.

Marcia Morais disse...

Adorei amiga!
como estas?
deixo te aqui meu carinho um bjinho e desejos de bom fim de semana!

| A.Luiz.D | disse...

O cenário rogado combinou bem com a imagem.
Bem revelador, o conflitante amargo
de desejo e fome.

gostei

bjao..todos os dias

Sandra disse...

Muito bom Ira!
Eu diria que o veneno que mata e cura são as tuas palavras e a força que elas carregam.
beijinho

AC disse...

"...Assim tornei-me, com gosto e gozo, serpente.
E meu veneno mata! E meu veneno cura!
...
No quarto quero somente amor de macho e fêmea,
Que qualquer um que viva padecerá de medo."
Mulher autêntica, é o que é!

Beijo :)

A.S. disse...

Ira;

Sempre belos e poeticamente intensos, os teus poemas desnudam a alma em toda a sua crua natureza!


Meus beijos!
AL

Long Haired Lady disse...

eu sou escrava das mãos do meu amado...

Machado de Carlos disse...

Belíssimo o teu poema!

Somente o criado-mudo era testemunha naquele quarto. A noite era nossa. Suguei intensamente teu sexo. Fiz-te todos os desejos. Comemos da mesma maçã, uma maçã de puro mel. Tu foste maior, única fêmea! Até hoje vivo naquele amor!

Grande Abraço!

Érico Cordeiro disse...

Oi, Ira,
Cheguei a seu blog por acaso e gostei bastante da sua casa virtual e voltarei outras vezes, ok?
Já me adicionei como seguidor e aproveito para convidá-la (e também os seus leitores) a conhecer o meu blog, o Jazz + Bossa, dedicado à música, em especial a esses dois estilos maravilhosos. O endereço é:
http://www.ericocordeiro.blogspot.com/
Um fraterno abraço.

C@urosa disse...

Olá minha querida amiga Ira, que sejamos, envenenados pelo amor pleno, lúdico e sensual...paz e harmonia em seus dias e mais inspiração.

forte abraço

C@urosa

Fred Caju disse...

A sensualidade sempre tem destaque por aqui, e é sempre muito bem (d)escrita. Abraços!

Iram M. disse...

"Tire tua alma e os pensamentos do meu quarto..."
Mexe com a gente, não tem jeito.

E vc, minha amiga, como esta?
Peço notícias.

Beijo querida

La sonrisa de Hiperión disse...

Amiga, como siempre un placer haberme pasado de nuevo por tu espacio. Ten un buen fin de semana.

Saludos y un abrazo.

Machado de Carlos disse...

Olá Ira, querida!

Admiro-lhe!
Também lhe desejo um final de semana muito feliz!

Beijos!...

helio.rocca disse...

Muito sincero e bonito amiga. Parabéns!

♪ Sil disse...

Amada,

Suspiros...

Eu amo teus escritos, poderia ficar aqui falando um monte de blá blá blá, mas você bem sabe o quanto eu amo te ler.

Simples assim.

Minha coluna vai indo, dá uns trancos, mas nada que uma codeina, um comprimido de Amytril não resolva.
Dia 20 tenho médico (Munida de RMs magnéticas).
Vamos ver. O que tá me encucando é meu pé direito que incha e dói sempre a noite, e meu braço direito.
Sei lá o que é isso...
Mas tá dando pra levar.
Dia 20 bombardeio meu neuro de perguntas (sempre qdo fecho a porta do consultório dele pra ir embora, acho que ele faz terapia depois hehehe), mas eu preciso saber de tudo Ira.
Só quem tem DOR como a gente que sabe.
Como vai você, minha flor?
Conta pra mim?

Bom trocar figurinhas, bom partilhar risos, dores, bom é partilhar da sua amizade.

Te gosto demais da conta.

Beijo

Carolina disse...

Este poema que vou morder a maçã! É muito original, com seu talento habitual, querida Ira.

Rosemildo Sales Furtado disse...

Olá Ira! Passando para agradecer a visita e o comentário, te desejar um ótimo domingo, e apreciar mais um belo poema, com ênfase para o trecho abaixo:

Assim tornei-me, com gosto e gozo, serpente.
E meu veneno mata! E meu veneno cura!
Você me mostra a dor do teu corpo contente
E eu prisioneira sem remorso morro de escrava
Submissa a tua voz que me arrasta pelo leito.

Beijos,

Furtado.

Jorge Pimenta disse...

ira, calíope do amor,
ao ler-te não evito formular um desejo secreto: tatuar os teus poemas no meu corpo e deixá-lo arder. que mapas sobreviriam às cinzas?
um beijo rendido à fogueira da tua poesia!

Magia da Inês disse...

º°♥.¸Amiga.•✿♫°

Muito sensual e inspirado.

Bom semana!
Beijinhos

¸.•´*✿♫°`•.¸¸
°•♥° Minas° •♥°
♥♥ •.¸¸¸¸.•´º°

► JOTA ENE ◄ disse...

ººº
Gosto sempre de ler a tua poesia... como é dificil, né? Admiro quem escreve assim.

Beijão grande!

PS - Segundo o perfil da blogger, nossos blogues foram fundados na mesma época, já reparou? (Março 2007)

Daniel disse...

Ola Ira!
suas palavras como sempre
um turbilhão na eternidade
do jogo dos sexos!
de uma força
que somente quem vive
esta realidade
sabe o que acontece.

Grande carinho,
sempre aqui

Dan

Lila disse...

Pois somos nós mulheres, complexas...antagonismos em gestos,palavras e atitudes. Apenas nosso coração permanece coeso e coerente aos amores e pecados existem em nós mesmas.
Amo...sempre.
Bjs meus.

Malu disse...

Lindo! Uma limpeza dolorida, mas muitas vezes necessária!!!
Abraços

Mari Amorim disse...

Maravilhoso,Ira!
Boas energias!
Mari