INSPIRAÇÕES DO POETA

7 de nov de 2010

Isca




Seu olhar me gosta
Que dá gosto!
Ver em postas
É comer a gosto,
Seu.

Eu
Isca entusiasta.
Aposto no absorto,
Que não gasta.
Olhar de peixe-morto!

Olhar que arrisca,
escolhe
A isca
Que engole,
Viva!

26 comentários:

Lila disse...

Nhac...comeu...nem o gato nem o peixe, apenas o desejo.
Assim caminha a humanidade? rssss
Amo.
Bjs Loiruda.

Rosemildo Sales Furtado disse...

Alegria, tristeza, sofrimento e gozo fazem parte da vida, daí, vale a pena arriscar e abocanhar. Rsrs.

Beijos e ótima semana pra ti.

Furtado.

Marcelo R. Rezende disse...

Eu gosto desses olhares
que buscam, que escolhem,
que, querendo ou não,
dão o final da partida.

Beijo, Ira.

Márcio Kindermann disse...

E não é sempre assim, Ira?

* Pura emoção ser escolhido por vc, prá levar o presente. Dentro da sua escala de amigos blogueiro, onde há os verdadeiros donos das palavras, eu um simples artista, que navega a deriva com as palavras, totalmente descobridor perdido... me achei!!!
Bj meu e obrigado pelo carinho sempre!!
mk

Marcos de Sousa disse...

Olhares... Eles sim são o extremo da beleza.

Belo texto.

Sil.. disse...

Olhar que arrisca,
escolhe
A isca
Que engole,
Viva!

E mastiga, mastiga, mastiga....Ahhh, esses olhares que devoram.

Amadaaaaaaaaaaaaaaaaa, coisa linda é você minha amiga de fraldas, chupetas e berçário.

Te quero bemmmmmmm!

Um beijo!

Antonio José Rodrigues disse...

A sorte, ou melhor, a "isca" está lançada; que se arrisque o "peixe" de olhar morto. Se tiver medo de ser içado, que saia do "aquário". Beijos

Phivos Nicolaides disse...

Querida Ira oi.Seus olhos são como a sua, uma isca encantadora! Bjos achocolatados, Felipe

Jorge Pimenta disse...

o que mais me impressiona é a articulação entre o conteúdo e as aliterações em /s/, numa subtil invocação das sensações gustativas (da boca e da pele). até a saliva escorre...
um beijo, ira querida!

O Profeta disse...

Sonhei com Querunbins zombeteiros
Com um Arcanjo em eterna luta com o mal
Sonhei que a chuva era o pranto dos deuses
Sonhei que o amor tem um caminho fatal

Descobri que as nuvens são carruagem de água
Que os anjos afinam as harpas de madrugada
Que as gaivotas em terra são pronuncio de borrasca
Que a razão de um justo não vale quase nada



Doce beijo

Lily disse...

Ira,

Estremeço só de lembrar de certos olhares, aqueles que te comem inteirinha e você sai meio tonta, meio louca, trombando nas portas, sentindo calor descomunal, uma coisa que turva a vista.

Há certos olhares difíceis de se encarar!

Beijos, querida.

Kátia Nascimento disse...

Vale comer com os olhos? (Rsrrs)
Amiga...
Estou participando de uma campanha no blog,se tiver um tempinho, passa lá pra ver... Beijos!!!!
Linda semana!!!

| A.Luiz.D | disse...

Saudades...

Fisgada por um olhar..
A isca perfeita, sem chance.
penetrante, saudável..
Sem cortes, um instante
fixo...esqueci o sorriso..

bjos)))

Franck disse...

Gosto dos olhos que falam, que insinuam, que nos pescam e nós nos fazem de gato e sapato...
Uma boa semana! Bjs*
PS: Já me disseram algumas vezes que tenho olhar de peixe-morto!

Paulo Zerbato disse...

Olá Ira!!
Venho agradecer seu comentário sobre meu trabalho...deixou-me muito feliz suas belas palavras....aliás eu que gostaria de expressar-me melhor com as palavras, como VOCÊ!....consegue transmitir com tanta facilidade e encantamento!
Um grande abraço.

Paulo.

Ana Agarriberri disse...

Olá Ira! Tem um presentinho pra você lá no Molhe-se. Beeejo,beeejo.

Poeta del Cielo disse...

Hola, viajando en este hermoso mundo de Blogs del cual pertenezco llegue a tu lindo blog... que esta lleno de hermosas letras con mucho sentir que llenan la vista y tocan los sentimientos y alimenta el alma... muy lindo tu blog...

saludos
linda semana
abrazos

te invito a visitar mi Blog y desde ya se siempre bienvenida... miles de gracias...

http://poesia-del-cielo.blogspot.com/

Permiso para seguir tu Blog.

Poemas Proibidos disse...

E que não entra em uma isca assim?
Belo!
Obrigado pela sua visita lá em meu doce cantinho!

Érica disse...

Se duplicar o comentário... é porque deu erro e eu tive que escrever de novo, mas tratando-se de vc...não é incômodo nenhum ;)

Então... tava morrendo de saudade de passar por aqui ;)

Gratíssima pelo comentário no post sobre a minha família, eles são todos uma delícia mesmo

e como vc disse, adotar é escolher amar, então já que sou sua adotada (falo da forma mais metida possível rs)tbém te adotei ;)...agora guenta rsrs

sobre o texto... quem nunca sofreu a tentação de engolir a isca, ou até mesmo ser a isca? E comer com os olhos... ah! como eu gosto!

um bjãO

José Carlos Brandão disse...

Um poema deve ser assim - sensual, mais, com vontade de ser comido. Até com uma certa raiva.
Beijo, Ira.

Alexandre da Fonseca disse...

MARAVILHOSO POEMA! GOSTEI DO SEU BLOG, SUCESSO E MUITA PAZ..BJ VISITE: WWW.INSTITUTOEUQUEROPAZ.BLOGSPOT.COM

MOISÉS POETA disse...

SEMPRE VALE A PENA APOSTAR NUM OLHAR,
E SER ISCA... ESSE JOGO VALE A PENA SER JOGADO !

ABRAÇO-TE !

Poeta del Cielo disse...

Obrigado pela visita y por aceitar meu convite e ainda mais por me deixar seguir tao lindas letras con muita poesia...
Belo seu poema... olhar que arrisca escolhe a isca que engole... e ai o segredo ...

saludos
linda semana
abracos

Sigo suas letras...!!

AC disse...

Fantástico, Ira!
Sem mais palavras, pois ainda não digeri totalmente o efeito (delicioso!) provocado...

beijo :)

Rob Novak disse...

Super inspirado! Gostei.

Pra lembrar que o olhar de peixe-morto pode ser o mais vivo de todos.

Bjs

BLOG DO PROFEX disse...

Ira, Gostei do blog! Do poema em questão, também: 'Seu olhar me gosta que dá gosto!'. Deu no que deu, engoliu viva! Grande abraço!