INSPIRAÇÕES DO POETA

14 de jun de 2011

ALFABETO DAS DESGRAÇAS - Letra C - CORAÇÃO




Quem é esse em trapos reduzido
Miserável morador de peito micha.
Senhor de um só pecado admitido
Cegar quando o olho espicha.

Quem é esse pidão atormentado
Caduco de todo esquecimento
Senhor de um só pensar obstinado
Amar, amar! Malgrado sofrimento

Torce nervos de suportar qualquer recusa
Usa discurso do tempo que desfaz marca
Há até certa graça rasa na tristeza inclusa
De forjar delícias, onde a solidão abarca

Leva pernada, pescoção, tapa na cara
Estrebucha e vasa, o tal órgão enfartador
Sobrevivente medonho, esse babaquara,
Pois de fato o insensato não é amador

Coração! Coração!
Cata do chão os cacos e vaga. Vagabundo!
No avesso escuro do mundo,
Sem contrição.

13 comentários:

Marcelo R. Rezende disse...

Um viciado desse desamor.

helio.rocca disse...

Retratou de modo magnifico, fragmentado, poético o personagem de Chaplin, do qual sou fã. Tens de verdade um grande talento.
Aplausos!

carmen silvia presotto disse...

Beijos Ira e manhã deve estar chegando o "d"... muito bom perceber todo o trabalho que exercitas neste projeto.

Chaplin deve estar aplaudindo de pé!

Beijos.

Carmen.

Fernando Santos (Chana) disse...

Excelente....
Cumprimentos

A. Reiffer disse...

Forte e intenso, muito bom, gostei da expressividade dos versos. Abraços!

Carla Fernanda disse...

Bom dia!
Passando para uma visitinha matinal.
Saudações,
Carla
<3

Dilmar Gomes disse...

Amiga Ira, retratas muito bem esse cara genial.
Um grande abraço e uma boa semana.
Agradeço aqui, tuas visitas constantes no meu blog.

Malu disse...

O problema é que este nosso coração sempre age alheio a nossa razão.
Lindo poema e bem objetivo.
O que dizer de você, menina, que sempre tem a ponta da pena afiada e sabe o que escreve...
Abraços

Márcio Kindermann disse...

Como é bom bom ler essas sacadas maravilhosas.
Bj meu

Poesias-Franciéle R.Machado disse...

Que emoção que passa a sua poesia, seus versos repletos de vida, de sentimento....Amo rimas e seus versos ficaram maravilhosos. Parabéns *___*
Falar do coração é algo tão vasto, mas você conseguiu em menos palavras falar sobre esse assunto... =D


Beijos e tenha uma boa Tarde!

Analuz disse...

Coração de poeta, então... é um vagabundo de almas...

Beijinho de resto de semana, Ira brihante!

A.S. disse...

Inconfundivel a tua poesia querida!... Adoro!!!


Beijos meus,
AL

Assis Freitas disse...

C de Carlitos, cara e coração


beijo