INSPIRAÇÕES DO POETA

21 de set de 2011

ALFABETO DAS DESGRAÇAS - Letra U - ÚLCERA




De cima do prédio
Um ponto é somente
Um ponto
- Desço!
Do pórtico
Um ponto é somente
Um pacote amórfico
- Ando!
Da esquina
Um ponto é somente
Um bicho devorando o lixo
- Aproximo!
De perto
Um ponto, meu Deus!
É um homem matando a fome

10 comentários:

Thiago Castilho disse...

Enquanto isso no Planalto milhões são desviados por piscopolíticos...
Esse mundo me deprime.
Um beijo do observador.

helio.rocca disse...

Real e forte demais...

Analuz disse...

Voltando a te ler, Ira sempre brilhante...

Beijinho com saudade!

Lily disse...

Ira,

P.M.! Eu não li o alfabeto todo, mas essa letra aí, essa aí está um poema perfeito, sem uma palavra a mais ou a menos. Verdadeiro, a cara da vida, de nós, humanos (?).

Beijos,

Suzana/LILY

Marcia disse...

Somente você amiga para transferir todo a verdade deste drama para uma poesia tão bela!Bjos!

Assis Freitas disse...

urgências da existência,


beijo

Carolina disse...

Olá querida Ira!
Estou tão feliz por sua volta. sempre forte, sempre bela y sensible.
Espero que os tempos ruins passaram e podemos continuar a desfrutar de seu talento.
Beijosss!

Malu disse...

Sim, minha amiga! É por isso que precisamos olhas as coisas sob vários pontos como você fez aqui.
Lindo demais.
Abraços

Lua Nova disse...

A desumana condição humana...
Chegamos a um ponto em que o homem não reconhece outro homem como seu semelhante. Será que ainda há como reverter isso?
Ira, te gosto pá xuxu...
Beijokas.

amantedasleituras disse...

Agora entendo melhor qual é a profissão de observadora. Este texto é de alguém com algum poder de observação.
visite: http://amantedasleituras.blogspot.com