INSPIRAÇÕES DO POETA

6 de ago de 2009

Sou o que sou!




Perdoe-me, se não sou o que de mim foi esperado.
Dei, ao mundo, o meu melhor.
Tentei ser mãe, mas fui apenas filha.
Tentei ser filha, mas só consegui ser mãe.
Queria ser amada e só me deram dores.
Meus amores foram sempre, o que não quis.
Fui meretriz, quando queria apenas amar.
E santa, quando sorvia um pau ajoelhada, em meu pudor.
Perdoe-me, se não posso ser o que não sou.
Morro aos poucos, sem glórias.
Poeta que se presa, a míngua, de amor se desfaz.
Refaz no tempo morto, suas digitais.
Sem medo digo que te amo.
Amo, o que provocas em mim e nada mais.
Um absurdo surto de querer,
Que nunca, antes vivi, coisa igual.
Como um camicase, que não conhece de perto,
A morte e ainda assim crê no irreal.
Que o invisível se faça!
Que não haja farsa nessa ponte,
Onde atravesso sem sapatos.
E que meus pés descalços, te alcancem.
Mesmo distante.
Olhe em meus olhos!
Toque-me, a alma!
É o bastante.
Amor, não se explica.
Sente-se!

3 comentários:

Poetano disse...

lindo profundo e com a essencia de alguem real e verdadeira adorei...

Rosemildo Sales Furtado disse...

Oi Ira! Eu também não concordo com pessoas que procuram parecer aquilo que não é, tentam transparecer o inesistente. Acho que a autenticidade, é uma das coisas mais importantes na personalidade de alguém.

Beijos,

Furtado.

Paulo Tamburro disse...

IRA BUSCACIO, o show não terminou.

Apresente-se ao "respeitável público" com suas luzes e cores mais profundas,que é sua inteligência, sua generosidade e sua fidelidade aos amigos, mesmos que virtuais.

Gostei de vê-la inteira,sendo quem é, sem dar margens ás fantasias, entregando-se completa sem sonoplastia piegas de fundo e, muito menos retocada pelos photoshops da hipocrisia.

Mulher assim tem o valor que tem, pois, não faz concessões ao irreal, para "que não haja farsa nesta ponte".

Tudo muito lindo o que vi, li e principalmente, senti ao conhecê-la, com o ombro desnudado, só para mandar um recado, que muito ainha falta mostrar.A beleza só começou!

Mas, isto só para o previlegiados, que podem conviver diariamente com você,e "olhe nos meus olhos, toque-me a alma".

Sentimos todos sua agradável e bonita presença.

Obrigada!