INSPIRAÇÕES DO POETA

20 de set de 2010

Canção 3 - Brasileiro de Fé



Nunca que ninguém já viu
Mas Deus nos garantiu. - Morte!
Há quem deboche,
Quem rogue uma prece, De sorte!
Pra Deus, que é do Brasil.

Cansado de tanto trabalho,
Meio de saco cheio,
Ele quer um santo,
Um fulano milagreiro.
Não requer andor nem manto,
O tal santo brasileiro.

Como um Zé ninguém,
Em pele e osso e sem vintém.
Anda pelas docas, nas malocas,
Palafitas tortas.
Porque Deus é brasileiro.

Chora pelas meretrizes.
Sente a febre dos corsários.
Bebe o fel dos ordinários.
Ama a fé dos infelizes.
Cega para essa esbórnia.
Come os restos dessa escória.

Deus, brasileiro de fé!

8 comentários:

| A.Luiz.D | disse...

Adorei suas composições, e em especial "Brasileiro de Fé", a coragem, o trabalho, a luta..
Temos em nosso sangue essa raridade, mesmo com tantas pancadas, o progresso é certo!
Me orgulho desses Zés por aí...

bjos

Sil.. disse...

Com toda certeza, Deus é brasileiro!
Ô se é!

Beijooooooooo em ti!

Marcelo R. Rezende disse...

Lindo, lindo!

Saulo Taveira disse...

Adorei as composições, redondinhas, significativas. Fiquei querendo ouvi-las agora de ti.

Beijos.

Fernando Santos (Chana) disse...

Muito belo...Espectacular....
Cumprimentos

Úrsula Avner disse...

Querida Ira,

poema de natureza social forte e bem estruturado em versos criativos que vc sabe tecer muito bem. Bj com carinho.

Cadinho RoCo disse...

Haja Deus para o Brasil que estamos nele.
Cadinho RoCo

Lua Nova disse...

Brasileiro, profissão esperança...
Fico imaginando as melodias pra essas letras tão fortes...
Beijokas.