INSPIRAÇÕES DO POETA

25 de nov de 2010

De Um Canto Ao Outro




Apagamos-nos feito foto antiga, no olho do furacão, vítimas dos territórios.
Sua boca não tocará a minha, não haverá crime, mas há vestígios de desejos.
Nessa direção escapamos da luz, na velocidade de quem lê todo o livreiro.
O meu, o nosso típico regionalismo na companhia de Ipês e Jerivás.
.....
Provoque-me nos dias, em que não preciso de poemas, um livro tântrico.
A cada página, silenciosa, uma nesga de pele a conduzir delícias intuídas.
O êxtase do prazer infindável, a natureza mágica e plena ao tocar a sua nuca.
Me entrego no seu íntimo, todo o afago; sem dor, sem piedade, sentidos elevados.
.....
A ilha da vida ao farol, noites de bruma, marujo esconde-se na proa. Tolo navegador!
Quem há de escapar, da sabedoria luminar, quando atingido aos olhos? A farsa bóia.
O cais circular, de um canto ao outro, o nosso centro marcado por arame farpado.
A mata, a estrada a pé, nada pode confundir minha servidão planejada a te adorar.

Dueto por: A. Luiz. D & IRA BUSCACIO

Pra quem ainda não conhece meu parceiro alquimista, lá vai o link:
http://eunebadon.blogspot.com

28 comentários:

Sil.. disse...

Vocês dois juntos, é necessário tomar um remédio pro coração.

Minha taquicardia não guentaaaaaaa rs.

Lindos!

Linda Ira, e eu te gosto tanto, tanto...


Um beijo

Poeta del Cielo disse...

poeticamente perfeito cada letra casa sentir en seu poema e magia que toca a fibra da alma....A MATA A ESTRADA A PE NADA PODE CONFUNDIR MINHA SERVIDAO PLANEJADA A TE ADORAR.... esto ai fala tudo... hermoso minha querida amiga....hermoso de verdade

saludos
otima semana
abracos de coracao

Lily disse...

Ira e Luiz,

Arames farpados não impedem a passagem, basta pulá-los, cortá-los... o curso dos acontecimentos não se prende a detalhes, só nós podemos fazer isso, infelizmente podemos.

Beijos aos dois, dupla em sintonia.

Rosemildo Sales Furtado disse...

Não conhecia o Luiz, mas pelo produto oriundo do dueto, deve tratar-se de um grande poeta.

Beijos,

Furtado.

José Carlos Brandão disse...

Como um espelho duplo: um reflete o outro.
Beijos.

Iram M. disse...

De um canto ao outro, de um blog ao outro... é maravilhoso essa oportunidade que temos de conhecer pessoas tão inspiradoras nas nossas vidas.

Vc é demais!!!!!!!!!!

Tenha um lindo fim de semana!

Iram

CANTO GERAL DO BRASIL (e outros cantos) disse...

Ira,
Linda dobradinha, poema-convite desdobrado em mil atalhos...
Falhos os que não trilharem a natureza mágica de todo o afago...

Abraço entregue,
Pedro Ramúcio.

Érica disse...

Dueto perfeito Ira!

Vcs dois são uma bomba! rsrs
Mas uma bomba do bem, que explode sentidos e sentimentos com belas palavras para todos os lado ;)

bjãO lidona!

ótimo findi pra vc!

Phivos Nicolaides disse...

Ola querida amiga Ira. Lindo! Uma Semana cheia de Paz e Sorrisos.
Bjo Grande. Felipe

Antonio José Rodrigues disse...

As linhas cartográficas, Ira, não são barreiras, mas apenas limites imagiários e , no impulso do fado, transponíveis. Olho no olho: a farsa bóia. Perfeito. A linha do horizonte não é fixa e, portanto, os desejos podem transbordá-la: basta a gente arrastá-la até os nossos pés. Beijos sem limites

| A.Luiz.D | disse...

É sempre um prazer está contigo, em cada cruzeiro, em cada canto do mundo. O brinde é o nosso refúgio.
Embarco a qualquer tempo
com vc...

gosto muito....

Bjs

█► JOTA ENE ◄█ disse...

ººº
Escrita intensa. O Jota gostou da cadência deste texto. Excelente tom narrativo. (Credo até pareço um professor de estudos portugueses).


Bjooo e abraço ao Luiz

AC disse...

Um olhar envolvente muito lúcido, em filtragem radical do supérfluo. Mas também o mergulho em profundidade, o assumir do despertar espiritual...
(Nossa, ficava aqui um dia inteiro a reflectir... Que densidade!)

Beijo :)

Franck disse...

Escrevi um texto que é sobre esse lance de um 'Canto a outro', qdo sabemos sua longitude e latitude para podermos localizar num mapa-mundi, num globo, numa imagem de satélite, numa carta aérea e por ai... Pq, sempre há a possibilidade de um encontro e as fotos em sépia, ficarão guardadas, apenas!
Bjs**

Úrsula Avner disse...

Oi minha amiga, como de costume seus textos trazem mensagens profundas e nas entrelinhas, nas metáforas, fala o que de fato quer dizer, com a força de quem sabe a que veio... Bj.

Kátia Nascimento disse...

Vocês são incríveis! É muita sensibilidade. Beijooos! E um ótimo domingo.

Rosemildo Sales Furtado disse...

Olá Ira! Passando para te desejar um ótimo domingo.

Beijos,

Furtado.

Uni ver sos disse...

Oi Ira!


Gostaria de convidar vc para participar do nosso 2º Amigo Oculto de Natal, as inscrições estão abertas para quem quiser participar, será uma linda festa de confraternização virtual. Para saber mais detalhes e se inscrever passe no meu blog.

Abraços e obrigada!!

Ξ ѕ t є я

Uni ver sos disse...

Oi amiga!

O intuito do amigo secreto é bem esta, a interação de blogs, visa promover essa aproximação através de uma confraternização,
passamos conhecer muitas outras pessoas que não conhecíamos,
ampliamos nossos horizontes...

É bem simples participar, é só fazer uma postagem especial para a pessoa que vc tirou (mandarei por email o nome), e postar no dia 12/12. Será uma espécie de blogagem coletiva. Todos visitaram um ao outro para descobrir quem tirou quem..

*Qualquer dúvida esstararei aqui. Bjs!

Tuca Zamagna disse...

Muito gostosa a poção alquímica de você dois, Ira.

Adorei o harmônico encadeamento de versos quase fechados, verdadeira trança de aforismos.

Beijos, queridíssima!

Márcio Kindermann disse...

De um canto a outro, a distancia... sobraram as palavras e os poetas.
Bj meu
mk

Fernando Santos (Chana) disse...

Belo poema...Espectacular....
Cumprimentros

Érica disse...

Iraaaa Maravilhaaaa!

Passando pra matar a saudade, te deixar beijos, abraços e uma semana lindona!

bjãO

Sil.. disse...

Vim sentir essa energia linda que tem aqui, que sai da sua alma.

Beijooooooo Ira, tão querida!

Pelos caminhos da vida. disse...

Estou participando pela segunda vez do amigo secreto da Ester, e hoje estou visitando os novos participantes, conhecendo seus blogs, e porque não fazer novas amizades não é mesmo?

Fica aqui o convite para conhecer o meu blog Ira será um prazer te receber Pelos Caminhos da Vida. Meu nome é Ana, muito prazer.

Uma boa noite!

beijooo.

Fulvio Ribeiro disse...

Ira...
Comentar para que...???
Ótimo, ótimo...
Grande abraço.

Jorge Pimenta disse...

ira, doce amiga,
que saudades desta escrita de tinta firme escorrente das veias mais finas da mão! em dueto, e como as vozes se cruzam sem saber eu onde começa o marujo e termina o mar. ufa! leio e releio sem suster os suspiros! (e como esta tem sido a minha sina nos últimos dias; toda a grécia é o mais fundo dos suspiros in.contidos)
um beijinho!

Universo Paralelo em Versos disse...

Simplesmente um DUO perfeito, maravilha de poema, comentar é um crime de tão bonito que está, profundidade da arte com intensidade.