INSPIRAÇÕES DO POETA

24 de nov de 2010

Retrato em Relêvo




A mulher desmilinguindo no último quarto,
Nas doze horas grandes, em trabalho de parto.
Cabeça coroada na brecha, ela xinga e grita!
Expulsa de vez, finalmente, a cria bendita.

É menina mulher! Diz a velha parteira.
Potra de quatro quilos e choradeira.
A mãe desfalecendo benze o rebento:
Proteja Deus, a filha do meu sofrimento!

No fevereiro, seis, ela nasce carnaval,
Batuque que vem do cordão umbilical.
Carioca de clara e gema, mar de arraia.
Ira de Iracema, nome de índia e de praia.

Aos três anos e meio, a rua é um país de Alice,
De velocípede foge de casa, a curiosa meninice.
Assustada com tantos gigantes, ela desiste,
Depois descobre que são só anões tristes.

Faz do mar, aos quatorze, seu melhor amigo.
Confessa nas ondas os pés de fé e de perigo.
No cabelo longo de trigo, maresia e parafina,
Sol pra aquecer liberdade azul turmalina.

Da mãe ganha mimo e presente certeiro.
Pessoa, Reis, Campos e Alberto Caieiro.
A poesia morde a pele e injeta louco veneno,
Doença que soro não cura. Ah, mal obsceno!

Faz de conta que cresce e atira-se do Corcovado.
Mulher de sete vidas tem sangue excomungado,
Desses que não se mata. Motivo? Orgasmos!
Trepa com a vida, amor sem pecado, espasmos.

No tempo do relógio voa bem longe dos ponteiros
E vai ela, beija-flor, a beijar jardins cancioneiros.
Ama, odeia, sofre, ri e chora, as nuvens passageiras.
Assina orgulhosa, nome e sobrenome: Poeta Passarinheira.


A arte acima é mais um vôo dessa inquieta passarinheira!

21 comentários:

| A.Luiz.D | disse...

Lindo encanto...
Salve a parteira,
escreveu suas primeiras
páginas. Sua mãe em seguida,
mostrando a praça e a poesia.
...
Linda história Ira, sem contar com sua arte passarinheira que sobrepoe
todo esse veneno, amor, pecado...
...


bjos

Franck disse...

Pena que só agora conheci a poeta Ira, Iracema com seus tons e sobretons...
Beijos****

Iram M. disse...

... a poesia morde a pele e injeta louco veneno,
Doença que soro não cura. Ah, mal obsceno!

A poesia invade a sua pele amiga, e ainda bem que nao tem cura. Como ficaríamos seum seus versos puros.
Sensibilidade é teu nome.

Beijoca

Iram

AC disse...

Ira, você é uma força da natureza. Se estivesse por perto, iria convidá-la para um drink, tentar sentir essa energia ímpar... :)

Beijo :)

Marcelo R. Rezende disse...

"Trepa com a vida, amor sem pecado, espasmos".

Você é pura reprodução de poesia, de arte, de expressão.
Ira, você é irada (péssima essa, mas é o que tem pra hoje).

Beijo do filhote.

Antonio José Rodrigues disse...

Biografia, Ira, em alto-relevo. Senti a textura, a beleza. Fiz dançar nos lábios uma saliva veneno em função de um gesto malicioso. Quase obsceno. Perdão: tenho esta mania impulsiva de saborear a arte. Arte viva!Beijos free

Lily disse...

Ira,

Tão bom isto, você se revelando para nós, desnudando-se, tirando os véus, apresentando-se para teus admiradores.

Que bom ler tua vida em versos! Vida intensa, mala lotada, container de emoções, aventuras e literatura, prosa, poema e violão.

Beijos, querida!

CANELAFINA disse...

Que lindo, me fez lembrar do poetinha...eles passarão eu passarinho. Um abração amiga, tua poesia é linda. eduardo

Poeta del Cielo disse...

belas letras con muita poeisa nelas ecrita de manos que fazen o que o coracao manda poeticamente hermoso mi querida amiga.... hermoso te leer...

saludos
linda semana
abracos

Lila disse...

Loiruda...
É como sempre lhe digo...Tu é boa nisso ! rs
Voa passarinheira, mas, que seu pouso seja certeiro.
Amo,
Bjs meus !

Carolina disse...

Que beleza, ter uma vida de rima e tudo!
Parece que a sua própria história, Ira, 6 de fevereiro, cabelos dourados, praia, sol, amor ... é tudo maravilhoso e perturbador!
Bonito, muito bonito.
Besos.

MOISÉS POETA disse...

SENTI O MOMENTO MÁGICO DO NASCIMENTO,
TANTO DA IRACEMA QUANTO DA POESIA .

POR CERTO: LEVITEI...!

UM BEIJO , CARREGADO DE ADMIRAÇÃO !

Analuz disse...

E que voo... de rimas paralelas à vida!

Abraço iluminado!

Márcio Kindermann disse...

Entende porque tu é THE BEST?

Amo estar por aqui...amo tu poeta.
bj meu
mk

*Acho poetisa mulherzinha demais...

Lua Nova disse...

Sei lá... poderia dizer que é linda... poderia dizer que é forte, ou talvez que é abusada, que é franca, quem sabe impudica, lírica, pedra preciosa, intensa, musical, inquietante, explosão, beleza, verdade e raça.
Mas não diria novidade. Afinal, minha inquieta passarinheira, essa poesia é vc.
Saudades de vc, Ira.
Beijokas.

Phivos Nicolaides disse...

Querida amiga Ira ola! Muito bom como sempre o poema cheio de significados. Você é uma mulher bonita, cheia de sentimentos e emoções encantador. Eu amo o seu blog. Muitos beijos. Felipe

Machado de Carlos disse...

Querida Amiga Ira;

Belíssimos seus versos. Uma delícia ler você! É uma vida em poesia!

Falando sobre o meu soneto “Prece”: - Realmente a poesia se torna uma prece, principalmente quando relata um fato histórico. O ato de amor deixa marcar irreversíveis, por isso transformou nossa poesia em um relato, um tipo de auto-reportagem.

Beijos!...

Antonio José Rodrigues disse...

Recebi, Ira, o comentário e não o publiquei: tomei-o, à revelia, como particular. Particular presente. Sempre. A resposta foi publicada em "Uni-verso, de Nós". Beijos vibrantes, como "retrato em relêvo".

Marcos de Sousa disse...

Linda poesia. Beleza e sentimento em cada uma das palavras.

Continue assim inquieta passarinheira.

Beijos

Brasil Desnudo disse...

Oi, minha querida Amiga e Poeta Ira!!

Saudades de Ti!!

Me desculpe pela demora em vim agradecer por sua mensagem deixada lá no Desnudo, mas fiquei sem conseguir acessar o Blog desde domingo, quando postei a última matéria...
Travou tudo, sem poder acessar Painel de controle e, outros blogs..
Parece até que, o Google e o Blogger, sabia que nós Cariocas, íamos ser sitiados por bandidos e, nos deixou de castigo, até sem poder blogar..kkkkk

Um monte de beijos minha querida amiga e, muita paz para Ti

Com todo carinho

Marcio RJ

Saulo Taveira disse...

Mulher de Deus!!! Que poesia é essa?
Não há palavras que descreva as sensações em mim provocadas. Você é o máximo, maravilhosamente o máximo.

Te amo!!!

Beijos.