INSPIRAÇÕES DO POETA

4 de jan de 2011

Armadilha




Que frescor tem a noite suspirada, quando vou sem dono,
E estico os olhos grandes a saborear gestos de homem.
Ah, noites do sem fim! Sem relutância me ponho
A prestigiá-lo, com amor, e aquelas mãos me comem.

Ardo com franqueza e palavras impuras, pois puras são,
As intenções dos corpos. Causa maiúscula do prazer impetuoso.
Grita! Sou outra, que não santa, e divulga tua boca na minha,
Canção secular, breve instante do perder-se poroso.

Por quê? Porque o martírio dele é meu melhor momento?
Quando cai por carne, corpo e alma tornam-se devotos. Retorna,
Tua prece a minha cama, como quem anda sombrio em desertos.
Ama! Ainda com sofrer cativeiro, que teu querer impinge e adorna.

26 comentários:

Fred Caju disse...

Ira,
gosto muito quando a temperatura esquenta nas suas palavras.
Beijo grande,
Caju.

MAILSON FURTADO disse...

Belo post!!!

Maravilhoso seu espaço...

VISITE, acompanhe e conheça um pouco de meu trabalho...


IMPROVISOS de MAILSON FURTADO...

http://mailsonfurtado.blogspot.com

Grato desde já!

AC disse...

É belo o grito exalado dos sentidos!

Beijo :)

Phivos Nicolaides disse...

Palavras muito fortes e emocionais.. Bjs

Antonio José Rodrigues disse...

Doce armadilha, Ira. Dessa forma, gostaria de ser capturado! Não me envolvi com a mixagem e masterização, mas com a poesia. Beijos tropicais

Marcelo R. Rezende disse...

Sabe que às vezes eu te leio e fico pensando, gente, de onde ela tirou isso? Fico com essas perguntas e a resposta é puro acessório. Sua arte é linda, sua linda! Seu erotismo, sua flecha certeira na emoção da gente.
Te adoro, muito.

Beijo do filhote.

Assis Freitas disse...

quando tudo urge em espasmos,

beijo

Dilmar Gomes disse...

Cara amiga, muito bom o teu poema; excelente na forma e no conteúdo. Poema bem construido e rico de musicalidade. Um poema digno de ser dito na voz de Maria Bethania.
Um grande abraço.

♪ Sil disse...

Quando te leio, sinto os cinco sentidos completos aqui.

Tão b om te ler minha amiga!

Um abraço imensooooooo!

Lucas Neves disse...

Poesia, no íntimo.
Deleite carnal intenso...

Parabéns!

ღPat.ღ disse...

Maravilhoso!
Estava precisando ler algo assim hoje. Valeu amiga!
Beijão

Poeta del Cielo disse...

Ira minha querida amiga vc disenha de hermosa manera esa comuniao de emocoes de desejos pasiones que suas letras bellamente se sente y toca a alma de quem lee...

saludos
otima semana+
abracos de coracao

Long Haired Lady disse...

o ano começou bem por aqui...rs
beijo!

Ana Agarriberri disse...

aiai Ira, quanta saudade eu tava daqui. E chego com essas palavras que me lembram chamas, algo intenso. Perfeito texto, como sempre querida. Desejo um ano repleto de felicidade, sorte, sucesso e amor. =) Beejo,beejo.

Haylla disse...

Oi flor ♥
Beem?
Adorei o post ^^
- Xeriinho bem grande.
Vou te seguindo!!!

www.lojazart.blogspot.com

Márcio Kindermann disse...

Cara, nós sabemos que o amor é armadilha... e somos presas fáceis.. que bom, assim rola poesia...
Temos 359 dias para nos destruírmos e recompormos em 2011 então que venha a vida. Eu estou pronto e voce?
Bj meu

A.S. disse...

Belo! Intenso! Sensual! Excitante!...
tuas palavras fazem pulsar o sangue dentro das veias... mas também são doces como caricias!

Beijos,
AL

meus instantes e momentos disse...

saudades daqui.
Inspirado post.
Gostei,
Maurizio

Fulvio Ribeiro disse...

Olha, o primeiro blog que visito este ano...!!!
(Foi de propósito, queria começar o ano bem, e sabia que aqui não haveria erro...KKK.
Gostei do post...
Um Grande Abraço...

Iram M. disse...

Ira, minha musa
quanta coisa tenho perdido nessa minha sumida. Mas voltei e estou lendo tudo que ainda não tinha lido.
Ai como é bom voltar e ouvi a sua música, ler suas poesias, sentir sua presença, enfim, estou aqui.
Um cheiro, fofa!

Jorge Pimenta disse...

sempre que te visito, querida amiga, há qualquer coisa que se agarra à pele renovando a forma como respiro. desta vez, a ideia de que as palavras são impuras porque puras são as intenções dos corpos. como se não bastasse, a viagem chega mais longe, na fusão líquida do copro e da alma por acção da carne. e tudo isto com palavras que cospem mentiras pois a verdade está sempre a montante delas. é na harmonia desta aparente contradição que ejacula a poesia da vida.
beijos!

Analuz disse...

Olá,Ira...texto de sensações transbordantes...

Beijinho de Luz!

Érica disse...

Ei! como eu tava com saudade! e logo de cara sou recpcionada com um texto de tirar fôlego... vc é bem chata sabia? rsrsrsr... não tem como fazer um comentário coeso depois de um texto desse!

Ira maravilha, um super beijO!

Brasil Desnudo disse...

Nossa!!

Isso não foi profundo, mas sim, lá no fundo garota!!

E pelo visto, você sumida, deve estar curtindo esse amor profundo, que maravilha minha amiga, curta se for intenso!

Você assim arrebenta corações, menina! kkk

Aproveito pra te desejar um ótimo, maravilhoso, lindo e gostoso fim de semana.

Bjs no coração

Marcio RJ

JB disse...

Intenso e profundamente bem escrito, num harmonioso jogo dos sentidos onde a pele é palco das emoções!

Belo!!!

Beijinho

RITA DE CÁSSIA disse...

MINHA NOSSA QUE TEXTO INCRÍVEL!
AMEI-O POR INTEIRO!
LINDO
BJOS