INSPIRAÇÕES DO POETA

4 de fev de 2012

Aniversários Para Esqueletos Humanos


Hoje, em algum lugar da África,
O leão come sua fêmea quarenta vezes.
Boceja!
E quarenta vezes morre.

Hoje, em algum lugar de mim,
Eu como minhas memórias cinqüenta e uma vezes.
Bocejo!
E cinqüenta e uma vezes morro.

Que morte de merda tem os homens!

Poeminha comemorativo aos meus 51 anos andando por aí!
(06/02/1961 – século passado – aquariana – sagitário ascendente – maluca beleza)

26 comentários:

Andrea de Godoy Neto disse...

Ira, delícia de poema!

graças a Deus existem no mundo os malucos beleza :)

beijocas muitas

Fred Caju disse...

Parabéns querida, cinquenta e uma vezes!

Carolina disse...

Feliz Aniversário leoa, você é mais bonita que nunca!

Américo do Sul disse...

Hoje, em algum lugar... sem saber se estava morto deparei com "teu comemorativo". Ao deparar me pari... E sorri sem saber qtas vezes já morri.. Que merda, q nada!!! Qto mais se nada, percebe-se q o meio do nada é uma ilha em ebulição...

Lucas Holanda disse...

DEUS EX MACHINA

Cansei de me perguntar
a vida é só a vida
morrer é não estar lá.

Sandra disse...

Parabéns minha querida! Tudo de bom para ti e muitos anos comendo memórias e nos alimentando a alma com os teus poemas lindos.
Beijo

Cristiano Marcell disse...

Parabéns, prezada amiga!

Cristiano Marcell disse...

Prezada amiga, caso tenha tempo, visite-nos no blog http://poetasdemarte.blogspot.com, no Haicais de Domingo. A entrevista dessa semana é com marli Franco.

Desde já, muito obrigado!

Assis Freitas disse...

há que se morrer no gozo da palavra e dos sentidos em muitas mortes, para a alegria dos renascimentos


beijo e parabéns

LauraAlberto disse...

e morrerás cinquenta e duas vezes
e morrerás cinquenta e três vezes
e morrerás

e saberás renascer, cinquenta e uma, cinquenta e duas, cinquenta e três,...

Parabéns!
Beijinho
LauraAlberto

Joelma B. disse...

adoro me cercar de aquarianos, inda mais quando possuem voz arrepiante como a tua, minha linda Ira!

Felicitações pelos teus 51 anos andando por aí... de par com a poesia!

Beijinho sempre carinhoso!

Márcio Kindermann disse...

Correndo por aqui, pois não poderia deixar de vir!!!
Tudo de lindo prá tu.
Feliz Aniversário
Bj meu

AC disse...

E hás-de morrer e renascer muitas mais vezes...
Parabéns, querida amiga!

Beijo :)

Marcelo R. Rezende disse...

51 aninhos de uma delícia de menina.
Beijão, Ira!

ZilMar disse...

parabéns menina Linda!!!!

cada idade tem sua formosura...e vc está uma LINDA MULHER!!!!

desejo só coisas boas...sentimentos...os melhores...muita saúde...luz e paz...

um grande e afetuoso abraço...

Zil

Paulo Tamburro. disse...

IRA BUSCACIO,

como assim?

Tem certeza?

Jamais pensei que iria termiminar no vaso sanitário das suas implacáveis concepções sobre nós homens, começo meio e fim de todas as alegrias , prazeres e razão existencial de você mulheres,adoráveis que nos
encantam pelos cantos e deitam e rolam com a gente!

Como assim?

Tem certeza?

Eu sempre acreditei que sentia em mim o odor de um perfume masculino selvagem arrebatador, daqueles antigos e famosos como o Lancaster ou Bond Street, com os quais até hoje,me encharco até o talo!

Como assim?

Tem certeza?

Combinados então:Esquece os leões
da África, este lugar difuso de você, prenda o bocejo,abra os
braços e num abraço tenro, diga pra mim:

-Eu disse merda? Desculpe não era para você, absolutamente!

Nossa, eu até acreditaria.

Um abração virual minha querida amiga Ira Buscacio!

Ira Buscacio disse...

Paulo, meu querido! Acho que vc não entendeu os bocejos do poema.
O poeminha é tão somente, um questionamento existencial. É um tentar entender a condição humana, que na minha flexível opinião, mtas vzs, se faz sem sentido maior e não uma especulação sobre a virilidade dos homens, que cá entre nós, eu adoro muito.
abração, amigo carioca

► JOTA ENE ◄ disse...

ººº
O leão comeu a leoa 40 vezes? AH GANDA LEÃO !

Beijo(ta)

Luís Gustavo Brito Dias disse...

- engraçado, pois a cada dia que passa, tenho uma certeza contrária dessa concepção - de que a morte não existe; de que não há senão o infinito, em essência.


meus parabéns, cuide-se.

Fernando Santos (Chana) disse...

Muitas felicidades pelo seu aniversário...Belo o poema...Espectacular....
Cumprimentos

Marcia disse...

51 e linda assim????Que maravilha Amiga,Deus a conserve sempre bela,,,bjos!!

Patrícia Pinna disse...

Boa noite, Ira. Sempre interessante seus poemas, sua visão de vida.
Parabéns pelo seu aniversário, que tenhas vida longa e muito feliz, doidinha mesmo do jeito que és!
Tudo de bom, poetisa.
Muita saúde para você recheada de poesia nessa alma tão inteligente!
Um beijo na alma, e fique na paz!

Ana Luiza Cabral disse...

Que lindo poema. Adorei!

Jorge Pimenta disse...

como diria a canção, "it's easy to remember and hard to forget".

que a cada morte corresponda em dobro o que nos renasce.

beijinho e parabéns, querida ira!

Marcio Nicolau disse...

gostei do rugido final: que morte de merda!

Também afiei minhas garras e escrevi sobre ela no meu blog. Depois leia.

Você também tem e-mail meu.

51 beijos meus e do Saulo.

Angelo Augusto Paula disse...

De início, parabéns! E que bom q somos como os leões, assim devoramos as memórias sobre a mesa posta. Servida?
Abraços.